12

Resenha: A Hospedeira - Stephenie Meyer

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os
pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

O livro é narrado pela personagem Peg, uma alma (mais conhecida como alienígena), que é hospedado no corpo de Melanie, que era uma dos humanos que resistiram a invasão das almas. O Mundo foi invadido por alienígenas que usam o corpo humano como hospedeiros de suas almas. No começo do livro a personagem nos conta sobre seu primeiro sentimento ao estar em um corpo humano. Ela tem as lembranças de quando a hospedeira foi capturada, vê algumas lembranças de Jaime, irmão de Melanie, e Jared, seu namorado e sente os mesmos sentimentos que o ser humano pode ter.  

No início não é nada agradável a Peg, pois ao contrário do esperado os pensamentos de Melanie não some em sua mente, ela se manifesta na maior parte de seu dia, briga com ela e as duas ficam discutindo, mas não é só isso que a perturba. Desde que Peg está com sua hospedeira a buscadora fica atrás dela, para saber mais sobre os refugiados mas Mel constrói um muro entre elas em que a Peg não consegue ver. 

Ao decorrer do tempo, Peg se sente fraca por não saber controlar os pensamentos de sua hospedeira e decide trocá-la e matar o corpo dela para preservar seu irmão e seu namorado. No caminho de sua decisão, elas viajam em uma estrada no deserto e Mel reconhece o lugar que pode ser o esconderijo onde sua família possa estar, como a Peg tem os mesmo sentimentos que a Mel sobre eles, ela desiste de sua decisão e vai para o deserto a procura de  Jaime e Jared.

Minha opnião: Não tinha muita expectativa neste livro, tinha comprado porque estava mais barato e porque o filme do livro será lançado em 2013, então, queria ler antes de assistir o filme. Ao começar a ler me surpreendi bastante. No decorrer da leitura queria saber o que ia acontecer com a Peg e a Mel que estão no mesmo corpo, para mim esta história foi inédita, bem inovadora e diferente. Achei que este livro iria seguir o mesmo percurso de romance como o livro "Crepusculo" mas a autora soube escrever uma literatura romântica sem ser muito meloso.

Mais uma vez a Stephenie Meyer fez sua arte de enrolar. No inicio do livro a história começa bem tranquila, mas no meio ela escolheu explicar a posição da personagem no contexto ficando mais parado e chegando a ficar um pouco chato, mas passando esta parte o texto segue com a histórias ficando mais empolgante.

Adorei o livro e adorei o final, pois não foi tão previsível. Não recomendo este livro para as pessoas que estão procurando ação e sim para quem gosta de romance e um pouco de ficção cientifica.

"É um livro de ficção cientifica que não parece ficção cientifica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei neste livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio 'eu', pela família - o amor romântico e o amor platônico."
Stephenie Meyer


Resenhado por Sandy Vianna

12 comentários:

Andressa Mendes

Cinco estrelas!! o/
Sinceramente, esse foi um dos livros que eu mais gostei de ler, o que faltou na história da saga Crepúsculo a Stephenie colocou aqui, melhor história que já li dela, e olha que não foram poucas...

http://paradiseofthetruths.blogspot.com.br/

Jéssica Patrício

Gostei do post ^^
sabia da existência desse livro mas nunca me interessei muito,mas pela sua resenha deu uma curiosidade,talvez ainda dê uma chance para ele! ;D

brigada pela visitinha ao meu blog,parabéns pelo seu blog também.
beijos!

strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

Luara Cardoso

Estou com esse livro aqui para ler há algum tempo e nossa, to morrendo de vontade de ler. :) Só estou adiando porque é um livro bem grande. :/

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Nicolas

Já tinha visto esse livro antes, apesar da sinopse ser interessante, não fiquei com muita vontade de ler (preconceito com a autora depois do "Eclipse"...). Mas ainda assim, a ideia parece ser bem interessante e criativa, quem sabe uma futura leitura.

Ótima resenha.
Parabéns pelo blog

Nathalia Reis

Muito boa esta resenha,adorei!Agora estou com muita vontade de ler este livro!

Adorei este blog, parabéns para quem o criou!

Caline

Existem muitas pessoas que não gostaram desse livros e sinceramente não consigo entender porque. Pra mim ele é melhor do que todos os livros da saga Crepúsculo juntos.
É tão envolvente, emocionante e eu não queria largar.
Comecei a ler sem grandes expectativas também e talvez por isso tenha gostado ainda mais.
Estou ansiosa pelo filme.

Beijos
Caline - Mundo de Papel

Thatah

nunca tive expectativas com esse livro nao mas ja que é taaao bm assim vou ler né, e pra poder ver o filme tbm :P
depois minha amiga vai me emprestar ele rs

thaila oliveira

quando li a sinopse pela primeira vez pensei que não ia gostar do livro, uma amiga me emprestou... eu enrolei e enrolei mais quando comecei a ler não queria parar. ´E muito bom!!! Você acaba sendo fisgado pela relação da mellanie e de sua alien a peregrina, você quer um final justo para ambas e não sabe de que lado quer ficar, as conversas, os dramas, tudo é envolvente!!! Se eu tinha duvidas do sucesso da Stephenie acabaram quando li esse livro, e concordo com vc as 100 primeiras paginas são introdutorias e bem enroladonas, mas o livro tem mais de 400 então tem que ter uma boa introdução

Manuela Cerqueira

L i este livro e gostei muito, no inicio achei que não iria me interressar pela história mais ela foi me prendendo a cada pagina.
E agora esperando para ver como será o filme.

Camila Pusiol

Amo de paixão o blog, as resenhas, as dicas!
Dos blogs que sigo é um dos meus preferidos

Gabi

Boa resenha! Li esse livro há bastante tempo, sempre gostei muito dele e a história é realmente diferente

Bruna Bento

Gostei da resenha, embora não possa falar o mesmo do livro. Não chega a ser um livro ruim, mas é fraco :( Não recomendo.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.